Conheça o Amazonense “Valnei Moura” e seus graffitis

Artista Amazonense pinta com realismo sua realidade nos muros de Manaus em Amazonas

Conheça o artista Valnei Moura nasceu no dia 4 de dezembro de 1994 na pequena cidade de Boa Vista do Gurupí-MA-Brasil, filho de agricultores. Sempre gostou de desenhos animados e revistas em quadrinhos e desde pequeno tentava desenhar o que via nas HQS e nos desenhos que passavam na TV e essa paixão aumentou, quando achou em uma lixeira uma pasta cheia de desenhos feitos por um artista local, apesar de ter apenas 09 anos, sabia que aqueles trabalhos eram bons e aquilo o estimulou.

Algum tempo depois em janeiro de 2008, devido as grandes chuvas no maranhão a cidade em que morava teve uma enchente e perdeu quase tudo, devido a isso seus pais decidiram que mudaria para uma cidade maior para recomeçar, e foi morar em Belém-PA, onde ficou pouco tempo, e depois foi para Manaus-AM, chegaram em 15 de outubro de 2008, onde chamou bastante atenção os graffitis que tinham na cidade e quando saia sempre tentava ficar próximo da janela do ônibus pra ver as pinturas, pois morava em um bairro distante dos demais e não tinha nem um graffiti.

Três anos depois através de um amigo conheceu e começou a dançar break, no início de 2014 ao participar de uma batalha de break , onde estavam presentes os 4 elementos da cultura Hip Hop, pode ver os caras pintando e o cheiro da tinta, aquilo tudo foi mágico e era o que estava faltando para estimular a dar início as pinturas ou pelo menos tentar.

Exatamente no dia 15 de setembro de 2014 ele comprou duas latas e decidiu pintar pela primeira vez e rabiscou rapidamente no caderno de desenho “choke“, que vem do apelido de infância “super choque” pelo fato de ter cabelo cacheado, e para diminuir o número de letras decidi substituir o Q e U pela letra K, resolveu pintar o muro da casa onde ele e sua família morava, pois a dona da casa só ia lá quando era dia do pagamento do aluguel, pois ela morava no centro e muito distante, e quando ela fosse lá não saberia que ele tinha feito aquilo, mas não foi bem assim que aconteceu, quando ele estava para contorna a letra ela chegou, ela observou e disse ; “Legal meu filho também gosta de pintar, assustado eu respondi, como se chama seu filho, ela responde Rodrigo áudio, por ver os trampos dele na rua sabia que era conhecido e respeitado no cenário manauara, fiquei em silêncio e ela disse : termina o desenho e foi embora”.

Uma semana depois ela traz vários papeis canson, revistas de graffiti, desenhos feitos pelo áudio e disse : “Aqui está o número dele e disse que era para entrar em contato”, começamos a trocar ideias me chamou para pintar, me mostrou qual as marcas de tinta eram as melhores etc. E apesar dele não está em atividade, continua incentivando, através dele conheceu “Arab Amazon” que é uma grande referência e fortalece e ajuda como pode.

Atualmente Valnei Moura faz parte da VAN e VScrew, esta muito feliz por fazer o que amo e se sente livre quando esta pintando, assim como os pássaros que espalha pelos muros da cidade.

Veja nossa entrevista com Valnei Moura :


1 – Quem ou quais circunstâncias te levaram a investir na arte como uma carreira  a ser seguida ?

Amor pela arte, o incentivo dos meus pais, a vontade de fazer o que gosto tanto e o prazer de pintar e fazer aquele pequeno desenho no caderno ganhar vida nas paredes da cidade, e também a força que os manos do graffiti veem me dando algum tempo, como Rodrigo Áudio que me apoia desde o inicio, Alisson truks e o mestre “miyage” Arab Amazon que sempre ta me fortalecendo.

2 – E como foi esse primeiro passo em se encontrar como artista, quais foram os maiores desafios e dificuldades ?

Primeiro passo foi tomar a iniciativa para pintar pela primeira vez, que demorei um tempo pra fazer (risos).  E depois retratar nos meus trampos o que acho belo e me chama atenção que são as aves da Amazônia. Dificuldades uma delas foi morar em um bairro de difícil acesso, e distante do resto da cidade, que não tinha nada de graffiti e nem pixação. E para os moradores da minha quebrada (risos), isso era coisa de outro mundo e abominavam, alem disso a asma e os problemas respiratórios que se agravaram por não usar mascaras no momento que estava pintando (risos).

3 – Como foi a definição do estilo que você gostaria de trabalhar ?

Veio da admiração que tenho por trabalhos realistas, e estou buscando aprender e evoluir dentro desse estilo.

4 – De onde vem seu sopro de inspiração ?

Da natureza, e sua variedade de cores e formas, a beleza Amazônica tudo que nela tem.

5 – Quais artistas do cenário atual você admira ?

A lista é grande, os que mais admiro são : Belin, Mantra, Sipros, “L7m e os artistas regionais como “Raiz Campos“, “Arab Amazon” e Jhony Bulk.

6 – O que você ainda sonha em realizar com a sua arte ?

Sonho em pintar um prédio, fazer um trampo gigante e pintar por varias cidades do Brasil e do mundo.

7 – Quais foram as coisas boas, que a sua arte te trouxe ?

Maturidade, ver o mundo de uma forma mais bela, amigos, conhecer lugares e pessoas novas a todo momento e prender a cada trampo feito, a cada erro e a cada acerto.

8 – Se você não fosse artista, qual séria o plano b ?

Seria um biólogo, ornitólogo para ser mais exato.

9 – Alguns artistas curtem ouvir músicas durante o processo criativo, com você funciona da mesma forma ? E na sua playlist o que não pode faltar ?

Sim, curto muito Reggae e Rap, não pode faltar Bob Marley, Soja, Racionais Mcs e Nocivo Shomon.

10 – Deixe uma mensagem para os nossos leitores.

Agradecer ao  Artes sem Fronteiras pela oportunidade.
“O que posso dizer, é não desistir dos seus sonhos, lute pelos seus objetivos, muitos podem até dizer que não vão conseguir, mas é lutando que conquistamos a vitória.”


Mais informações sobre Valnei Moura :
Facebook : Valnei Moura
Instagram : @choke_moura

Fonte : Valnei Moura

Categorias
Murais
  • Rayane Oliveira

    Pessoa é artista sensacional #Choke <3.

.

Relacionados por